Carmen causidicīs

Ave, grãos defensores da justiça!

Eu vos saúdo, pela vossa luta,

Que faz da iniquidade a mor premissa

Da vossa ativa e sédula labuta.

Não ignoro que vós sois resignados,

Malgrado os copiosos dissabores

Que suportam do ofício de advogados;

Devoto-vos, pois, meus lhanos louvores.

Soerguei a vossa face e batalhai,

Fazei da razão vosso gládio e escudo,

E, pelos miseráveis, sim, triunfai!

Porque o direito não lhes fortalece

Senão pelo lavor bom e sisudo

Que pela vossa mão digna acontece.

Lucas de Lazari Dranski


Créditos pela imagem: <https://unsplash.com/pt-br/fotografias/-aIzs0PpVXY>.

© 2016-2024 Lucas de Lazari Dranski. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Webnode Cookies
Crie seu site grátis! Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também! Comece agora